sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Aftermath

O curta espanhol de 30 min dirigido por Nacho Cerdá superou todos os adjetivos nojentos e doentios que se possa imaginar. Deixando bem claro, o vídeo é para quem tem estômago forte e curte horror. O propósito é chocar. "Aftermath" é uma expressão que significa algo como "o que há depois de..." O estado do corpo depois da morte, sua desolação e o nada.
Necrofilia explícita num filme sem nenhum diálogo. O diretor Nacho Cerdá produziu uma trilogia que abrange o nascimento (The Awakening, 1990), a morte (Aftermath, 1994), e o renascimento (Genesis, 1998). O filme também foi vencedor do prêmio de Melhor Curta-Metragem no Fant-Asia Film Festival. Este controverso curta mostra atividades secretas de um funcionário de necrotério. Ele retira os órgãos das pessoas mortas, provavelmente para transplantes, pois não ha um estudo ou uma perícia sobre o cadáver, que são visivelmente vítimas de acidentes ou assassinatos. O espetáculo é repulsivo e mórbido. O homem se masturba para o corpo aberto sobre a mesa e, em seguida sobe em cima do cadáver e pratica sexo. O olhar do personagem é frio e medonho, o close em seu rosto, nas suas ações detalhadas, todo o ritual da necrópsia é insano. A ideia é mostrar que após a morte somos apenas pedaços de carne em decomposição. O silêncio absoluto perturba e nos leva a reflexão. O fascínio que o legista revela com o seu olhar de psicopata é de dar arrepios.

A maquiagem é hiper realista, a fotografia escura e a trilha sonora só aumenta o clima sinistro. Imaginar o que acontece dentro de um necrotério não é muito agradável, por isso o curta conseguiu ganhar adjetivos, como perturbador, doentio, chocante, repulsivo, nojento, mórbido, entre tantos outros, mas dentro de seu propósito conseguiu realizar muito bem e com ótima qualidade.
Quero enfatizar mais uma vez o olhar do legista, que se intensifica por ele usar a máscara cirúrgica o tempo todo. A insanidade humana não tem limites realmente, é difícil e pesado observá-la. E pensar que a vida é tão frágil e que bambeia entre a poesia e a morbidez. Cerdá promove reflexão em alguns e asco em outros por promover uma sinceridade pouco vista.

Se deseja assistir o curta fique ciente que a história não é leve e contém cenas fortes, mas isso é de cada um, então fique à vontade para assistir algo que mesmo sendo doentio pode gerar reflexões sobre a nossa existência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...