quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Minha Irmã (L'enfant d'en Haut)

"Minha Irmã" (2012) dirigido por Ursula Meier (Home -2008) conta a história de Simon (Kacey Mottet Klein), um garoto de 12 anos que aproveita a alta temporada de esqui nos alpes suíços para furtar equipamentos e revendê-los. A única renda em sua casa é essa, já que sua irmã Louise (Léa Seydoux) vive de maneira irresponsável, pulando de emprego em emprego e preocupada apenas em sair com homens e beber. A situação em que vive é cômoda, pois ela não vive o dia a dia com Simon, só vê o dinheiro entrando, e então acaba dependendo cada vez mais do irmão. Louise é uma pessoa perdida que não enxerga alternativas para sua vida, e conforme o filme desenrola segredos do passado são revelados.
O ambiente frio só intensifica o clima pesado em que vive Simon e Louise, aparentemente os dois vivem uma relação saudável, mas percebe-se que Simon é quem cuida de tudo, desde a comida que entra na casa, a roupa a ser lavada e o dinheiro que a irmã gasta. Ele é um garoto esperto, pega o teleférico todos os dias para roubar esquis, luvas, óculos e até comida. Um dia, ele é pego por Mike (Martin Compston), um funcionário do restaurante, mas este ao invés de expulsá-lo, fica comovido com a situação do garoto e acaba ajudando-o com os roubos de esqui. Isso dura algum tempo, até ser pego por outro homem e ser definitivamente proibido de entrar lá. A partir daí fica difícil para Simon vender os objetos e o dinheiro consequentemente logo vai acabando.
O segredo que se revela tornam as coisas mais melancólicas ainda. Louise rejeita ao máximo Simon, ela não sente vontade de ter responsabilidades, ele é um fardo na vida dela. Interessante que não o julgamos em nenhum momento, ele rouba para comprar comida, coisas para casa, e lá em cima todos têm muito dinheiro e esbanjam, se ele rouba um esqui, a pessoa pode comprar outro, não que seja certo, mas sua atitude é compreensível.
Simon busca um lugar para si, ele mente para cada pessoa que encontra, diz que seus pais moram longe, que morreram em um acidente, ou que são ocupados demais com os negócios, a mentira é uma forma dele se integrar e as pessoas olharem para ele.

Simon é apenas um menino carente que necessita de cuidados, a cena final demonstra bem isso, é de uma força extrema e que resume todo o drama, sozinho ele sobe nos Alpes depois da temporada e chora desenfreadamente.
As interpretações são perfeitas, o ar cansado de Léa Seydoux e sua expressão de indiferença só realça os pontos fortes do filme, assim como o menino que interpreta Simon, Kacey Mottet Klein é apaixonante, seu único objetivo é ser amado.
Ainda há a participação de Gillian Anderson que simboliza a figura da mãe que Simon imagina ter. Muitas cenas comovem, mas não de maneira manipuladora, especialmente a que Simon oferece dinheiro a irmã para poder dormir ao seu lado e ser abraçado.
"Minha Irmã" retrata a relação de dependência que um tem para com o outro, mesmo com as estruturas abaladas Simon tem apenas Louise e vice-versa, além disso foca na diferença social que existe em país de primeiro mundo como a Suíça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...