quarta-feira, 27 de abril de 2016

Runoff

"Runoff" (2014) dirigido por Kimberly Levin é um drama bucólico que retrata a dificuldade de se tomar decisões em situações desesperadoras. A beleza da terra não pode mascarar a brutalidade de uma cidade de fazendeiros. Com a aproximação da colheita, Betty enfrenta uma nova realidade aterradora e vai tomar medidas extremas para salvar sua família quando eles são ameaçados de serem expulsos de suas terras.
Betty (Joanne Kelly) e Frank (Neal Huff) estão com muitas dificuldades financeiras, a última alternativa para Betty é aceitar um trabalho ilegal, que consiste em se desfazer de substâncias químicas num rio, elemento químico que antigamente eles próprios vendiam. Seu marido está doente, mas esconde isso da família, ele é um homem trabalhador, rígido e que pouco pode fazer em suas condições, Betty desesperada com a situação acaba nem se dando conta do como o marido se encontra. Seu filho mais velho Finley (Alex Shaffer) se sente mal, pois não deseja seguir sua vida ali, quer ser desenhista e para isso precisa de dinheiro, que infelizmente está escasso. A única e última alternativa de Betty é a proposta de outro fazendeiro para se desfazer das substâncias químicas.
O filme discute a ganância corporativa que deixa os pequenos produtores rurais à míngua, questões políticas são abordadas, e o como a natureza sofre com todas essas porcarias que são jogadas nos rios. O desenvolvimento é lento, a história gira em torno desta decisão que vai contra a moral da personagem, mas que inevitavelmente precisa fazer para sobreviver. A fotografia destaca a paisagem rural do estado de Kentucky, região sudeste dos EUA. As cenas são construídas cuidadosamente, e devido as vestimentas e modo de vida passa facilmente por um filme mais antigo. O som ambiente dá um aspecto de total naturalidade, é tranquilo mesmo retratando situações desagradáveis.
Joanne Kelly está ótima na pele de Betty, ela tenta conseguir meios para ganhar dinheiro, mas ninguém aceita, pois agora compram tudo de empresas. Seu marido é totalmente contra o esquema ilícito, então ela age sozinha, vindo logo depois pedir ajuda a seu filho mais velho, sem contar exatamente o que contém nos barris. O filho mais velho de Betty interpretado por Alex Shaffer cresce bastante na trama e se torna um personagem envolvente e que alterna entre ser um adolescente cheio de problemas a um garoto que precisa enfrentar a realidade de sua vida. 

"Runoff" é um longa independente que marca a estreia da diretora Kimberly Levin, ela prima por um tema, ritmo e estética totalmente diferentes. 
Decisões sempre são difíceis, ainda mais quando interferem em questões morais e aquilo que vai contra a nossa maneira de pensar, mas o ser humano age de muitas formas em situações desesperadoras, Betty agiu, e certamente teve que arcar com muitas consequências.

Um comentário:

  1. Mais um para a lista. Gosto de filmes independentes que se passam em cidades pequenas ou regiões rurais americanas.

    Abraço

    ResponderExcluir

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...