quinta-feira, 14 de abril de 2016

A Vingança Está na Moda (The Dressmaker)

"The Dressmaker" (2015) não segue uma fórmula pronta, seu roteiro passeia por algumas situações inusitadas e os gêneros se alternam, culminando num final surpreendente. É curioso o como a história se modifica e isso acaba incomodando, mas é um exemplar que vale a pena ser visto justamente por essa característica e pela majestosa atuação de Kate Winslet.
Baseado no livro "The Dressmaker", de Rosalie Ham e dirigido pela australiana Jocelyn Moorhouse (Colcha de Retalhos - 1995), conhecemos uma atraente mulher (Kate Winslet), que retorna à sua cidade natal na Austrália rural. Com sua máquina de costura e estilo haute couture, ela transforma as mulheres e demanda a doce vingança de quem não acreditou em seus feitos.
Acompanhamos o retorno de Myrtle "Tilly" Dunnage a sua peculiar aldeia em algum lugar do deserto australiano, o ano é de 1951, e ela volta com a intenção de mostrar para aquelas pessoas que conseguiu vencer na vida e que eles ainda continuam com suas vidinhas miseráveis. Chegando lá encontra sua mãe, Molly (Judy Davis), completamente abandonada numa casa caindo aos pedaços entulhada de quinquilharias, claro, a saudade a trouxe de volta, mas o seu desejo é descobrir o que de fato aconteceu em sua infância quando foi obrigada a deixar a aldeia. Tilly foi acusada de assassinato e ela cresceu perturbada com essa visão, mas agora está disposta a reinterpretar seu passado, fazendo com que caia as máscaras daquela comunidade cheia de segredos.
Tilly estudou em Paris e se tornou uma grande modista, sua figura elegante se destaca em meio ao cenário seco e desolador. Percebendo que as mulheres se interessam por seu trabalho, vê nisso uma oportunidade para se aproximar daqueles que a olham com desdém. Em pouco tempo ela muda a maneira de vestir das mulheres, todas em grande estilo desfilando pelo empoeirado local.
Kate Winslet interpreta uma femme fatale, mas ao mesmo tempo se sente amaldiçoada, no decorrer do filme observamos que isso é verdade. Judy Davis está incrível e rouba a cena por diversas vezes, Liam Hemsworth como Teddy também se destaca, ele consegue dissipar a imagem de galã de blockbusters e traz um personagem mais simples. Hugo Weaving já pende para o lado cômico da história, aliás o filme alterna demais entre o drama e a comédia, as vezes dá certo e outras não, mas no todo acaba se tornando interessante. Algumas situações bagunçam tudo e nem se sabe mais onde se encaixa a vingança, mas no final ela vem certeira.

A força do filme está nas interpretações, nos diálogos e nos acontecimentos inesperados, além do figurino exuberante contrastando com o ambiente, e a trilha sonora composta por David Hirschfelder que complementa toda a história.
"The Dressmaker" é um filme irregular, mas um exemplar interessante e gostoso de assistir. Kate Winslet está matadora! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...