quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

O Esgrimista (Miekkailija)

"O Esgrimista" dirigido por Klaus Härö (Cartas ao Padre Jacob - 2009) é um belo filme que reúne alguns elementos bem convencionais, mas que mesmo assim surpreende pela maneira que aborda a esperança em tempos tão difíceis.
Centrando-se no momento pós-segunda guerra, quando estonianos que lutaram pela Alemanha são perseguidos pelo Governo da União Soviética. Baseado em fatos reais, conta a história do esgrimista Endel Nelis, que nos anos 50 criou uma escola de esgrima para crianças na Estônia. Märt Avandi vive Endel, que fugindo da polícia secreta russa volta para a Estônia e vai parar na pequena cidade de Haapsalu. Lá consegue emprego como professor e tem que criar um clube de esportes. Esgrimista, resolve ensinar sua modalidade às crianças do local. A escola carece de materiais esportivos e as crianças não veem muitas perspectivas, a chegada de Endel ilumina o ambiente, a sua decisão em ensinar esgrima às crianças dá um novo ar, mas por outro lado enfurece o diretor, que vê o esporte como sendo de elite e não para crianças pobres. Então, começa a investigar a vida de Endel, enquanto este se desdobra para arrumar recursos e ensinar o esporte. Alguns se sobressaem e se interessam cada vez mais, porém Endel não leva muito jeito para ensinar, é bruto e se desestabiliza diante os erros, mas acaba cativando os alunos. Ele também se envolve com uma professora e inicia um romance que ajudará com que compreenda ainda mais as crianças.
O longa tem um roteiro delicado mostrando a difícil vida de Endel, a sua tensão em tentar se esconder e dar o melhor de si para a educação de seus alunos, ele se esquiva dos obstáculos da mesma maneira com que luta esgrima, que aliás garante ao filme um diferencial, pois não é um esporte popular, portanto, nossa curiosidade se aguça. Endel explica passo a passo do esporte, desde a posição correta, o manejo com o florete, o movimentar-se, e para quê serve a esgrima. É um verdadeiro balé, elegante e potente. Ainda diz sobre o equilíbrio, distância e reflexo. Sem dúvidas, um filme edificante e inspirador, desde a transformação das crianças ao aprender até a possibilidade de uma competição. Endel fica apreensivo em ir para Leningrado, que está tomada por soldados russos, mas vê o quão importante é para eles essa oportunidade.
"O Esgrimista" coloca cada momento de forma natural, a não ser pelo seu final, mas que mesmo assim não tira a beleza do filme, existem inúmeros filmes do tipo, porém nunca é demais vermos que de coisas ruins podem surgir as boas, e que existem pessoas incríveis capazes de fazer a diferença. Endel mesmo sendo um refugiado político se entrega a paixão de ensinar e recebe a recompensa ao final.

Klaus Härö compôs uma obra belíssima e conseguiu imprimir suas características, o elenco infantil é muito expressivo e o protagonista marcante e delicado. O filme passeia por alguns gêneros, entre eles o romance, que é bem sutil, e deu uma açucarada na trama. O final exibe cenas que emocionam pela coragem e perseverança. Realmente é lindo ver a transformação das crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...