terça-feira, 27 de janeiro de 2015

A Sombra da Gaiola

"Pássaros criados em gaiolas acreditam que voar é uma doença." (A. Jodorowsky)

Evocando o cinema experimental de Maya Deren (marco do movimento), "A Sombra da Gaiola", dirigido e roteirizado por Ailton da Costa (Sobre Relógios, Sonhos e Liberdade - 2012) e realizado pela Fiapo de Arte e o Cineclube Lampião (Palmeira dos Índios -Maceió/AL), traz todo o mistério e a beleza que permeia a arte do experimentalismo que abrange uma série de recursos, como técnicas de abstração, a não narrativa, som assíncrono, cortes bruscos, entre outros. Isso tudo produz efeitos mais reflexivos e provoca o espectador que dá asas à subjetividade, tornando assim a experiência bem pessoal.
O curta explora de uma maneira diferente e simbólica o enclausuramento da educação, pois a liberdade de pensar por si próprio não faz parte do universo escolar, as crianças crescem repetindo saberes que não servem de nada, a curiosidade não é instigada, são repetições que não agregam, não incentivam e prejudicam o desenvolvimento como ser humano. E para aqueles (professores/alunos) que tentam alçar voos se torna um ato de coragem, já que não há o chão para se apoiar. É necessário discutir a educação e seus métodos antiquados que querem fazer de todos iguais.

O curta tem uma trilha sonora que traz um clima de pesadelo, e assim como a imagem é eficaz ao passar a mensagem. Uma ótima produção que vale a pena ser vista!

Um comentário:

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...