sexta-feira, 15 de julho de 2016

Marguerite

"Marguerite" (2015) dirigido por Xavier Giannoli (Superstar - 2012) é um longa curioso inspirado vagamente na vida de Florence Foster Jenkins, considerada a "diva do grito", ou apenas a pior soprano do mundo.
Interpretada pela talentosa Catherine Frot somos introduzidos à Paris do início da década de ouro dos anos 20, Marguerite é uma aristocrata apaixonada por óperas, inclusive mantém um círculo de conhecidos da alta sociedade que frequentam a sua mansão a fim de participar das festas beneficentes que dá e também para ouvi-la cantar, já que é o único jeito de encontrá-la, pois vive em reclusão. Ninguém sabe muito sobre esta mulher, exceto o fato de ser rica e de ter dedicado toda a vida à sua grande paixão: a música. Marguerite canta. Canta com toda a sua alma, mas terrivelmente desafinada. Marguerite tem vivido esta paixão dentro da sua concha e o público hipócrita, sempre presente para uma boa gargalhada, age como se ela fosse a diva que pensa ser. Ela coleciona objetos, cenários, figurinos e partituras das mais famosas óperas, e constantemente é fotografada pelo fiel mordomo como se fosse uma grande estrela. Marguerite devaneia e acredita firmemente que é uma intérprete, quando um jovem jornalista provocador decide escrever um artigo entusiástico sobre a sua última performance, Marguerite começa a acreditar ainda mais no seu talento. Isso dar-lhe-á a coragem de que necessita para seguir o seu sonho.
A milionária Marguerite é sonhadora, inocente e carismática, ninguém tem a audácia de dizer que é desafinada, seu marido sempre chega depois de suas apresentações com a desculpa de que o carro sempre quebra no caminho, ele repudia as manias dela. Mas no desenrolar isso muda drasticamente, diante dos acontecimentos ele deseja protegê-la. Marguerite vai em busca de um professor, Atos Pezzini (Michel Fau), que fica incumbido de prepará-la para uma grandiosíssima apresentação no Ópera Nacional de Paris. Ele é um personagem que entende tudo numa pequena fração de tempo e os momentos deles dois juntos garantem ótimas risadas, mas nunca rimos dela, nos afeiçoamos a personagem que é enganada por todos, seja por proteção, como o caso do mordomo Madelbos, ou por maldade, hipocrisia e oportunismo.
A história é agradável, envolvente, a fotografia e design de produção é impecável e a trilha sonora sublime, regada a Mozart, Bach, Vivaldi, Honegger, etc. A primeira vez que vemos Marguerite soltar a voz com a ária "Queen of the Night" é sensacional, a sua postura, expressão, a voz completamente desafinada é fabuloso. Os convidados riem disfarçadamente, outros se escondem, os funcionários colocam tampões nos ouvidos até que termine. Marguerite acredita que os risos é pelo fato de estar alegrando-os e a única coisa que importa é agradar e ser enxergada pelo seu marido.

O filme reflete algo aparentemente simples, mas que na prática se complica, contar a verdade, dizer que alguém não é bom no que faz, naquilo que mais preza em sua vida. Marguerite é muito simpática, uma pessoa adorável, e sendo podre de rica é facilmente enganada, todos querem se aproveitar disso, o jornalista interpretado por Sylvain Dieuaide e seu amigo, por exemplo, ao falar bem dela no jornal ganha a sua amabilidade, e por conseguinte, prestígio na sociedade para qualquer coisa que vierem a fazer, porém com a convivência o carinho se sobressai.
Algo a se acrescentar é o som do pavão que vem para confundir em determinados momentos, é uma das interessantes rimas sonoras que o filme tem.

Pode parecer uma situação absurda, mas é muito comum se calar, fingir que está bom, deixar o amigo, seja quem for, viver de sua ilusão ao invés de ser sincero e falar que o que ele anda fazendo, o sonho que está perseguindo está fadado ao fracasso. Há interesses, orgulho, medo, proteção, uma gama de sentimentos envolvidos. O filme martela o tempo todo nessa questão. A verdade precisa sempre ser dita? 
"Marguerite" é uma comédia dramática delicada e apaixonante coroada por interpretações excepcionais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...