segunda-feira, 20 de maio de 2013

A Caça (Jagten)

"A Caça" (2012) dirigido por Thomas Vintenberg mostra o lado do acusado da pedofilia, que neste caso é inocente e é vítima de uma comunidade que o exclui e o apedreja.
Acompanhamos a história de Lucas (Mads Mikkelsen), que trabalha em uma creche. Boa praça e amigo de todos, ele tenta reconstruir a vida após um divórcio complicado, no qual perdeu a guarda do filho. Tudo corre bem até que, um dia, a pequena Klara (Annika Wedderkopp), de apenas cinco anos, diz à diretora da creche que Lucas lhe mostrou suas partes íntimas. Klara, na verdade, não tem noção do que está dizendo, apenas quer se vingar por se sentir rejeitada em uma paixão infantil que nutre por Lucas. A acusação logo faz com que ele seja afastado do trabalho e, mesmo sem que haja algum tipo de comprovação é perseguido pelos habitantes da cidade em que vive.
Este é um grande exemplo do quanto aquela velha história de que crianças nunca mentem é pura balela, pois elas tem uma imaginação muito fértil, assimilam e relacionam tudo o que acontece ao redor, seja uma conversa de pai e mãe, o irmão mostrando algo "estranho" na internet, uma série de coisas podem provocar a mente de uma criança, e quando esta se sente excluída do meio, como no caso de Klara, que sente uma inocente paixão por seu professor, e este a repreende porque ela lhe deu um beijo na boca, de pronta inventa uma historinha escabrosa, que em sua cabecinha não é nada, mas que faz muito barulho no mundo dos adultos. Pedofilia é um assunto muito chato e difícil de se lidar, sair acusando é um dos grandes erros, há uma série de questionamentos que se deve fazer antes de apontar o dedo. As consequências de quem é considerado pedófilo nunca acabam.
Klara é filha de seu melhor amigo, Theo (Thomas Bo Larsen), o que dificulta ainda mais, as relações ficam naquela tensão: será que Lucas seria capaz de tal ato? O fato é que os pais de Klara nunca deram tanta atenção para a menina, sempre sozinha, o único que lhe dava carinho e conversava era justamente Lucas, o que fez com que a garotinha imaginasse um sentimento maior, ela lhe dá um presente e o beija, porém ele a repreende, ou seja, diante desta rejeição a menina conta à diretora que viu as partes íntimas de Lucas, no que desencadeia uma situação preocupante.
Este é o retrato de que uma história que é repetida muitas e muitas vezes é considerada verdade absoluta, e assim é quase impossível revertê-la. As crianças têm um poder de manipulação muito grande, as consideramos frágeis, mas elas mentem de maneira ingênua e cabe ao adulto ter a noção do que é verdade ou não.

Um dos grandes erros foi o da diretora, que mais inocente que a criança agiu de maneira impulsiva, Klara chegou a negar que era brincadeirinha o que tinha contado, mas ela deduziu que isso fosse negação pela garota sentir vergonha, então tomou atitudes acusatórias, espalhou aos demais, no que virou um gigante a esmagar Lucas. As outras crianças foram interrogadas e por mais incrível que pareça elas mentiram e disseram o mesmo que Klara, dando até detalhes. Sem provas, Lucas foi solto, mas sua vida virou um inferno, proibido de frequentar os lugares, sem emprego, excluído pelas pessoas que eram seus amigos, o único que ficou ao seu lado foi o filho. Seu melhor amigo e pai de Klara ao mesmo tempo que desconfia sente que não pode ser, e foi numa atitude desesperada de Lucas que ele viu que seu amigo de infância jamais faria algo do tipo. 
O tempo passou e tudo parecia estar no lugar e esquecido, mas as coisas não funcionam assim e nem tudo é apagado com o tempo, Lucas será caçado pra sempre.

O filme traz mais questionamentos do que respostas, nos coloca diante a uma situação completamente difícil, pois a sociedade está condicionada a repudiar atos monstruosos, mesmo que seja apenas uma acusação, a verdade é o que se diz e pronto. Um bom pensamento que o filme promove é o quão frágil é a relação de confiança que temos uns com os outros, mesmo que seja duradoura, vinda de tempos, ela se desfaz diante algo que nos tire daquela zona confortável.
"A Caça" é um longa forte, reflexivo, e o sentimento que nos causa é de tensão e indignação do começo ao fim. É uma obra de arte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...