quarta-feira, 11 de março de 2015

O Lobo Atrás da Porta

"O Lobo Atrás da Porta" (2013) baseado num fato real que aconteceu nos anos 60 e ficou conhecido como "a fera da penha" é dirigido pelo estreante Fernando Coimbra. Sem dúvidas um filme nacional incrível, tem uma narrativa interessante e que prende o espectador, o clima de suspense permeia o longa que aborda vários pontos de vista da mesma história. Vale ressaltar a qualidade do roteiro, edição, fotografia, trilha sonora, e claro as atuações, tudo muito bem desenvolvido e que nos faz ter orgulho do cinema nacional.
Numa delegacia, um homem (Milhem Cortaz), sua mulher (Fabíula Nascimento) e a amante dele (Leandra Leal) são interrogados. Arrancados pacientemente pelo detetive (Juliano Cazarré), um após o outro, seus depoimentos vão tecendo uma trama de amor passional, obsessão e mentiras que levará a um final completamente inesperado. Um dia Sylvia ao ir buscar sua filha Clarinha na escola descobre que esta já tinha sido levada por outra mulher que disse ser amiga dela e da qual a menina abraçou. Sylvia e Bernardo vão até a delegacia, cada um vai dando depoimentos separados, Sylvia não desconfia de ninguém, mas Bernardo conta sobre sua amante Rosa, e logo é chamada para depor. A partir daí a história vai ganhando contornos cada vez mais estranhos que revelam-se em sentimentos de obsessão.
Leandra Leal compõe uma personagem intrigante e que evolui conforme o desenrolar de seu relacionamento com Bernardo, este que apenas foge de um casamento em crise, mas Rosa o quer somente para ela, e quando percebe que ele não deixará a esposa começa a se aproximar de sua família. Neste ponto o clima do filme ganha uma tensão diferente, um suspense maior toma conta e provoca ainda mais inquietações sobre seu desfecho. Fabíula Nascimento também está ótima ao encarar uma dona de casa comum que de repente se vê sem sua filha e envolta numa história pesada.
Uma obra a ser admirada em todos os quesitos, é tudo muito bem feito ao produzir em nós espectadores as sensações das mais diversas, pois os vários pontos de vista gera a desconfiança para com os personagens.

A complexidade da natureza humana é gigante, assim como a maneira de agir em certas ocasiões, principalmente quando envolve desejo, frustração e traição. Entender o que move o ser humano a tomar atitudes drásticas continua sendo uma incógnita. A personagem Rosa é enigmática e revela várias facetas, é delicada, ardente e vai se transformando amargamente em uma pessoa cruel, capaz de atos inesperados. O filme nos faz questionar o que leva alguém a cometer atrocidades e o que é preciso para que se perca a consciência e o lobo apareça.
O drama psicológico do longa é expressivo e prima pelos diálogos e expressões, também conta com uma fotografia excelente e acerta em cheio nas locações, todas bem próximas da realidade comum.

"O Lobo Atrás da Porta" é um filme brasileiro para se orgulhar, uma produção que conta com um bom diretor, ótimos atores e que traz uma nova perspectiva de cinema que trabalha bem os gêneros e se destaca por uma narrativa diferenciada mesmo que simples. Ainda que não tenha nenhum mistério em seu desfecho, consegue-se manter o suspense e mexer com nosso psicológico ao retratar os extremos do ser humano. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...