quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

O Abutre (Nightcrawler)

"O Abutre" (2014), tradução que faz jus ao personagem de Jake Gyllenhaal é um filme que foge dos moldes hollywoodianos e impressiona pelo roteiro e atuação.
Lou Bloom (Jake Gyllenhaal) é um homem determinado e desesperado por trabalho, que descobre o mundo em alta velocidade do jornalismo sensacionalista em Los Angeles. Ao encontrar equipes de filmagem freelances à caça de acidentes, incêndios, assassinatos e outras desgraças, Lou entra no reino perigoso e predatório dos nightcrawlings - as minhocas que só saem à noite. Nele, cada lamento da sirene da polícia pode significar uma tragédia em que as vítimas são convertidas em dinheiro. Ajudado por Nina (Rene Russo), uma veterana do sensacionalismo sanguinário que se tornou a cobertura de notícias nos canais de televisão locais, Lou ultrapassa a linha entre o observador e o crime para se tornar a estrela de sua própria história.
Lou Bloom entrou pro rol de personagens inesquecíveis, repleto de nuances é um cara sem escrúpulos, ele não tem o sensor de moral, até porque é um sociopata. No início o vemos viver de maracutaias, rouba ferragens e as vende, tenta obter um emprego normal, faz um belo discurso sobre si mesmo dizendo aprender rápido, mas acaba não conseguindo. De volta para a casa se depara com um acidente de trânsito e ao ver pessoas filmando o ocorrido analisa possibilidades e a ideia de fazer o mesmo aparece, tenta uma vaga na equipe que está no local, porém recebe um não. Lou é muito atento e presta atenção em cada detalhe. Sozinho e determinado compra uma câmera amadora e uma radioescuta, assim inicia as suas perseguições a fim de filmar acidentes, incêndios e assaltos para vender às produtoras de programas jornalísticos da televisão. Não se importando com a dor alheia, a quebra de regras e filmar pessoas ensanguentadas, não demora para que atinja seu objetivo e consiga prestígio com alguma emissora. Nina é aquele tipo que adora sensacionalismo, quanto mais focar em detalhes horrendos melhor, pois o público aceita fácil e é fato que as pessoas "adoram" uma tragédia, por mais que se critiquem essas práticas de jornalismo, a audiência só aumenta, essas técnicas de fisgar o telespectador pelas emoções exageradas e especular sobre um caso prende a atenção.
Lou Bloom de primeira já faz imagens impactantes mesmo que ruins, o jornal compra, edita e o que vemos é uma distorção dos fatos. Com o dinheiro adquire equipamentos profissionais, traça meios de melhorar e contrata um assistente, de repente não é mais um mero cinegrafista e sim um empreendedor. Ambicioso ele quer capturar os melhores ângulos e para conseguir é capaz de se infiltrar na cena do crime, mudar corpos de lugar e mexer em evidências. Ele utiliza todos os meios possíveis para ter o que quer, e tudo isso sem esboçar nenhum sentimento, a não ser a adrenalina de estar capturando imagens, seus olhos estão sempre atentos e centralizados.

O roteiro de Dan Gilroy que estreia na direção é certeira, não há rodeios, tudo está as claras e consegue satisfazer o espectador. "O Abutre" é um filme noir moderno, ele traz um assunto que faz parte do cotidiano, pois é só ligar a televisão que veremos notícias de mortes se transformando em histórias escabrosas que são repetidas diversas vezes sem se importar com os familiares e sua dor. O abuso de imagens, tom da voz, comentários desnecessários são artifícios para prender a atenção das pessoas. O filme é uma sátira sobre essa inescrupulosidade. É assustador esse absurdo.
Toda a composição do personagem impressiona, sua maneira de se portar, suas paradas, seus olhos sempre arregalados e diretos e os diálogos enfatizam um alguém doentio.
Lou Bloom é um psicopata que não suja as mãos, ele vai construindo tudo como quer, manipulando as pessoas, sabe dos pontos fracos e se utiliza disso. Faz isso com seu assistente, um coitado que necessita de emprego e aceita o que Lou diz, e Nina, mas essa não é tão diferente dele, para garantir seu emprego também não vê impedimentos, o que gera aí uma dupla execrável. 

"O Abutre" é um filmaço e sem dúvida alguma indicado para quem gosta de personagens marcantes e assuntos atuais. Jake Gyllenhaal é um ator talentoso e que sabe muito bem interpretar personagens insanos. Vale a pena conferir esta produção que se destaca numa das melhores de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...