terça-feira, 21 de julho de 2015

Alleluia

"Alleluia" do diretor Fabrice Du Welz é um filme intenso. Conta uma história macabra de forma fria do encontro de duas pessoas perturbadas que se gostam, se complementam e se alimentam da loucura.
Michel (Laurent Lucas) é um cara perdido, mas terrivelmente sedutor, que se apossa das economias das mulheres que sucumbem ao seu charme. É um predador. Na melhor das hipóteses, ele as trucida e vai embora com o dinheiro. Até que encontra Glória (Lola Dueñas), uma ibérica marcada por uma existência triste, que se apaixonará completamente pelo belo passante que ela não vai mais largar. Começa então uma odisseia sangrenta, na qual os dois amantes irão se afundar na loucura. Inspirado em uma história verídica que abalou os EUA no final dos anos 40, o casal ficou conhecido como "The Lonely Heart Killers", essa história deu origem ao filme "The Honeymoon Killers" (1969).
Retratando um amor distorcido, o roteiro prima pela violência e o ocultismo, a construção das personagens são excelentes, assim como os enquadramentos em close-up e a trilha sonora. Glória é uma mulher com um passado traumático, o filme não expõe, mas se deduz de que ela se livrou de um marido violento, ela trabalha num necrotério preparando os corpos e tem uma filha pequena. Incentivada por uma amiga a se cadastrar num site de encontros, não demora para que um pretendente apareça, Michel, um homem sedutor que sabe colocar bem as palavras, Glória fragilizada e carente se encanta, sua paixão vai tomando forma rapidamente e a obsessão logo dá as caras. O fato é que Glória vai atrás de Michel e o vê com outra, mas acabam ficando juntos novamente e ao ir em sua casa descobre que é um gigolô, daí pra frente Glória só surpreende com suas ações, ela ao invés de sumir, o incentiva a dar futuros golpes e ainda sugere que vá junto se passando como sua irmã.
A indiferença com a vida dos outros e a fixação que um tem pelo outro gera muita violência, cujas cenas chocam com tamanha crueldade. Dividido em quatro atos, intitulados com as respectivas vitimas do casal, o filme é um ótimo exemplar do gênero terror psicológico. Há cenas magníficas, como a que eles dançam loucamente junto a uma fogueira, é alucinante e doentio, aliás os atores se entregaram realmente aos personagens, foi uma escolha bem acertada, os dois criaram uma química fulminante. A sensação é que os sentimentos entre eles se misturam e acabam revelando o caos. 

"Alleluia" é um filme de pessoas perturbadas que se encontram e dão vazão as suas insanidades. É uma explosão, uma completa distorção do amor. O clima do filme favorece demais e é impossível ficar imune a esta história. Curioso e intenso é uma obra que vale muito a pena ser assistida, é uma surpresa e tanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...