terça-feira, 25 de novembro de 2014

Pássaro Branco na Nevasca (White Bird in a Blizzard)

"Pássaro Branco na Nevasca" dirigido por Gregg Araki (Mistérios da Carne - 2004) é um drama/suspense excelente, curioso, intrigante e surpreendente.
No final dos anos 80, Eve Connors (Eva Green), mãe de Katrina (Shailene Woodley) abandona a família, deixando todos em estado de choque. Kat e seu pai, Brock (Christopher Meloni) tentam colocar a vida em dia, mas logo a jovem começa a ter sonhos perturbadores. Aos poucos, ela irá perceber que há uma verdade terrível por trás do desaparecimento da mãe.
Kat é uma adolescente que tem sua vida alterada quando sua mãe some repentinamente, a garota crê que ela fugiu com um amante, pois seu pai é visto como um banana, e sua mãe era infeliz e insatisfeita com a vidinha de dona de casa. Kat ao receber a notícia não se abate, a relação entre as duas era bem difícil, mas mesmo assim vai à polícia. O roteiro é extremamente elaborado, nos prende do início ao fim, e por mais que algumas pistas apareçam, nada é o que aparenta ser. O mistério vai ganhando contornos cada vez mais estranhos e dramáticos. Essa mistura dá ao longa um ar completamente original e satisfaz o espectador.
A evolução da personagem Kat é natural e vamos seguindo com ela ao visualizar seus familiares de maneira diferente daquela do começo, seu pai aparentemente um homem sem muitas qualidades e sua mãe uma louca, mas graças aos flashbacks compreendemos melhor a história. A figura da mãe atormenta Kat e constantemente sonha com ela, quando vai para a faculdade ficando assim distante do pai e de todo o ambiente que a cercava começa a pensar mais nas coisas que se passaram, retornando para casa vê de forma diferente seu pai, principalmente depois de escutar seus amigos sobre alguns fatos que antes não conseguia absorver. O clique se dá quando o detetive que investiga o caso e do qual ela mantém uma relação casual lhe diz o que realmente acha sobre o desaparecimento de sua mãe.
As reviravoltas são muitas e nos enganam por diversas vezes, a figura do pai é uma incógnita e mesmo que as pistas revelem parte do ocorrido, ainda há surpresas.

Shailene Woodley (Os Descendentes - 2011) faz uma personagem que amadurece, que deixa de lado algumas certezas sobre seus pais e que em certo momento começa a enxergá-los de outra forma, em certas cenas a expressão da garota demonstra uma decepção tão grande e uma dor da qual só o tempo será capaz de apagar.
Eva Green fantástica, como sempre, faz uma mãe que não se satisfaz mais com o casamento e que nutre asco pelo próprio marido, o que nos faz crer que realmente ela abandonou o lar, só que relações nunca são tão fáceis e apontar o certo e o errado é cair numa armadilha certamente, entre duas pessoas pessoas há muitos segredos.Toda vez que Eva aparece em cena é incrível, suas feições dão um show.

"Pássaro Branco na Nevasca" é o tipo de filme que quanto menos souber melhor, é bem diferenciado, o modo como o roteiro foi construído, a bela trilha sonora e sua fotografia de encher os olhos só faz ressaltar a ousadia do diretor. A mescla de drama e suspense funcionou brilhantemente, nos intriga e emociona, além de carregar uma crítica sobre o papel de cada um dentro de uma família. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...