terça-feira, 2 de maio de 2017

Garage

"Garage" (2007) dirigido por Lenny Abrahamson (Frank - 2014 e Room - 2015) retrata um ser humano com grandes características e caráter irretocável, bondoso, inofensivo e puro, porém com uma existência solitária e praticamente insignificante justamente por ter essas qualidades. Todos que o conhecem e convivem com o grandalhão Josie faz deboche e o tem como um sujeito passivo, ninguém o ouve ou quer saber o que se passa, até que um garoto entra em sua vida modificando a sua maneira de ver as coisas e que o fará compreender como infelizmente o mundo realmente é. 
Tido por seus vizinhos como um inofensivo desajustado, que motiva bondade, tolerância e ocasional abuso, Josie (Pat Shortt) passou toda sua vida adulta como guarda de um decadente posto de gasolina nos arredores de uma pequena cidade no meio-oeste da Irlanda. Ele é limitado, solitário, apesar de sempre otimista e, ao seu modo, feliz. Até que, durante o decurso de um verão, o mundo de Josie sofre mudanças. Um adolescente, David (Conor Ryan), chega para trabalhar com ele. David gosta de Josie. Eles se abrem um para o outro e de repente o solitário adulto está bebendo cerveja nos trilhos do trem com os garotos da cidade. Josie descobre necessidades pessoais nunca antes despertadas. E Carmel (Anne-Marie Duff), que trabalha na loja local e tem sido sempre amável com ele, provoca sentimentos em seu interior que lutam para se expressar. É quando a vida de Josie muda perigosamente para sempre.
É com amabilidade que acompanhamos a rotina tediosa de Josie, que consiste em cuidar do posto de gasolina pouco frequentado e suas idas ao bar da cidade, a interação com os moradores é distante e a maior parte o trata com desdém, ironia, ou se aproveitando, poucos são os que se importam, a tranquilidade impera na vida desse homem, mas o cotidiano é alterado, lentamente também, com a vinda de um adolescente tão estranho quanto Josie, os dois começam a se falar, a beber cerveja juntos e logo um vínculo é formado mesmo que de maneira esquisita, pois David é quieto e está numa fase confusa.
Josie age inocentemente, não há malícia em seu interior, ele é um homem que pouco sabe do funcionamento de uma sociedade e suas leis, e por isso acaba caindo numa teia complexa que o fará perder a vontade de seguir. 

"Garage" é um filme bonito, tanto esteticamente com as locações naturais irlandesas quanto pela história ao retratar um ser humano que foge do comum, do padrão social aceitável, que por ser bom é alvo de piadas e desprezo, o filme arranca sorrisos no decorrer, é lindo e ao mesmo tempo triste observar Josie, pois é uma raridade que tem pouco valor, considerado retardado e até doente mental, aliás, duvido que haja pessoas bondosas e que têm a pureza de essência perante a este mundo que vivemos. Um filme simples, autêntico e que deixa grandes reflexões, especialmente em seu desfecho que pesa em nosso coração.

Um comentário:

  1. É um filme que faz pensar sobre como é difícil enfrentar a vida para pessoas que nãos se enquadram nos padrões considerados normais pela sociedade.

    Abraço

    ResponderExcluir

SE FOR COMENTAR, LEIA ANTES!

NÃO ACEITO APENAS DIVULGAÇÃO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...